20.09.15 -DSC04898 - Reduzida.jpg
20.09.15 - 20150920_204407 - Reduzida.jpg

Iniciamos hoje mais uma de nossas “aventuras” pelo mundo, com certeza a que vai noslevar mais longe de casa.

Nosso destino é a cidade de Perth, na Austrália, onde reside nosso filho mais velho,juntamente com sua esposa e filhos.

Desta vez, além de visitar mais um país, iremos conhecer um novo continente, a Oceania.

Nossa viagem começou às 14h00, quando saímos de casa em São Luiz do Paraitinga e,a bordo de nosso Honda Civic, fomos até a casa da mãe da Anete em São Paulo.

Por volta das 18h00 fomos até o estacionamento do Multipark próximo ao aeroporto,onde deixamos nosso “Tsunami” estacionado e pegamos uma van que nos levou até oaeroporto.Após o check-in fomos até a Sala Vip da Mastercard Black, onde tomamos um lanche eficamos esperando a hora de embarcar.Nosso voo, operado pela South África Airways, começou pontualmente às 23h30, comprevisão de chegada em Johanesburgo, África do Sul, às 13h00, hora local (08h00 noBrasil).

Dia 1

DATA: 20/09/2015

MANHÃ: São Luiz do Paraitinga (SP)

NOITE: Em trânsito aéreo para Johanesburgo – África do Sul

 

Acesse o dia:

VALENTES NA AUSTRÁLIA

 
 
21.09.15 - IMG_0681 - Reduzida.jpg
21.09.15 - IMG_0640 - Reduzida.jpg
21.09.15 - IMG_0639 - Reduzida.jpg
21.09.15 - IMG_0631 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04924 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04915 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04913 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04912 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04903 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04902 - Reduzida.jpg
21.09.15 - DSC04899 - Reduzida.jpg
21.09.15 - 20150921_180116 - Reduzida.jpg

Dia 2

DATA: 21/09/2015

MANHÃ: Em trânsito aéreo para Johanesburgo – África do Sul

NOITE: Em trânsito aéreo entre Johanesburgo, África do Sul e Perth, Austrália

FUSO HORÁRIO: 5 horas a mais que o Brasil

 

Após um voo muito tranquilo, aterrissamos no aeroporto O R Tambo, em Johanesburgo,África do Sul, às 13h00, hora local (08h00 no Brasil).

Como nosso voo para Perth, Austrália, só sairia às 22h30, decidimos fazer a imigração paraentrar na África do Sul, e procurar alguma agência de turismo que nos levasse para fazer um“city-tour”.

Inicialmente eu havia pensado em pegar um trem no aeroporto e ir até um shopping, mas asinformações que tive sobre Johanesburgo me deixaram muito receoso de sair sozinho, pois todos dizem que é uma cidade muito perigosa, não recomendada para quem não conhecemuito bem aonde ir.Após alguma pesquisa, inclusive conversando com alguns motoristas de taxi, encontramosuma agência dentro do aeroporto, que nos ofereceu o que estávamos procurando.

Fizemos um city-tour de 03 horas pelo centro de Johanesburgo, a bordo de uma van exclusiva,com um guia local muito bom, chamado Tom.

O valor cobrado, 100 dólares, nos pareceu um pouco caro, mas compensou pela segurança que ele nos transmitiu.Voltamos para o aeroporto por volta das 17h00 e fomos comer uma pizza de pepperone.

Apesar de já ter comido pizzas melhores, essa foi suficiente para matar nossa fome, e tambémmuito barata: apenas o equivalente a 5 dólares.Depois do “almoço”, passamos novamente pela imigração para sairmos da África do Sul efomos até o Free Shop comprar um perfume encomendado pela nossa nora Emiliana. Paranossa surpresa fomos informados de que nossa compra somente seria entregue na hora deembarcarmos, pois como se tratava de líquido não seria permitido o embarque se a compra játivesse em nossas mãos.

A seguir nos dirigimos ao portão de embarque marcado para o nosso voo, mas, para nossasurpresa, fomos impedidos de sentar na sala de espera, sob a alegação de que nosso voo seriabem mais tarde e que naquela hora só poderiam sentar ali os passageiros que embarcariam nopróximo voo que sairia daquele portão !!!!Tentamos sentar em outras salas de espera mas também fomos impedidos, sempre com a mesma alegação.

Fomos obrigados a procurar lugar para sentar fora das salas de embarque, até que chegasse ahora da sala de espera de nosso voo ser ocupada.

Pouco antes do embarque tivemos mais uma surpresa. Todos os passageiros que estavamsentados na sala foram orientados a sair e formar uma fila no corredor, para que todas as bagagens de mão fossem revistadas à procura de líquidos.

Somente após essa revista é quefomos autorizados a novamente entrar na sala de embarque e então recebermos a compra que havíamos feito no Free Shop.

Eu nunca tinha visto um procedimento igual a esse em todos os voos que já realizamos pelomundo afora.

O voo começou pontualmente às 22h30.

 

Dia 3

DATA: 22/09/2015

MANHÃ: Em trânsito aéreo entre Johanesburgo, África do Sul e Perth, Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

O voo foi muito tranquilo, sem turbulências, e eu  até consegui dormir algumas horas.

Após cerca de 08h30 de nossa saída de Johanesburgo chegamos a Perth nosso destino final.

Considerando o tempo desde que saímos de nossa casa em São Luiz do Paraitinga, foramcerca de 36 horas de viagem.

Após os trâmites legais de imigração e aduana, encontramos nossa nora Emiliana e nossosnetos Martin e Eveline, que já estavam nos esperando para nos levar até sua casa.

Ficamos muito felizes em ver que nosso filho e sua família estão muito bem adaptados aonovo país, morando numa casa excelente, num bairro muito tranquilo e seguro, apesar de umpouco longe do centro da cidade.

A maior surpresa foi ver que, tanto o Martin como a Eveline, aprenderam muito bem o inglês,conversando fluentemente na nova língua. Pena que parece que estão se esquecendo doespanhol que falavam tão bem quando viviam no Chile.

Passamos o resto da tarde apenas conversando e descansando da longa viagem.

Quando nosso filho Eduardo voltou do trabalho nós jantamos em sua casa e logo em seguidafomos dormir, pois estávamos realmente muito cansados após duas noites passadas dentro deaviões.

22.09.15 - IMG-20150923-WA0036 - Reduzida.jpg
22.09.15 - DSC04928 - Reduzida.jpg
22.09.15 - DSC0493121 - Reduzida.jpg
 

Dia 4

DATA: 23/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

23.09.15 - 86105_n - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0023 - Reduzida.jpg
23.09.15 - DSC04934 - Reduzida.jpg
23.09.15 - DSC04939 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0018 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0017 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0013 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0011 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0007 - Reduzida.jpg
23.09.15 - WA0006 - Reduzida.jpg

Apesar do cansaço provocado por duas noites mal dormidas, acordei bem cedo hoje, por voltadas 05h00 da manhã.

Certamente isso é consequência da diferença de fuso horário, pois noBrasil seriam 06h00 da tarde.Portanto, hora de estar acordado.

Provavelmente sofreremos alguns dias antes de termos nosso organismo completamenteadaptados a essa grande diferença de horário.Logo após tomarmos o café da manhã o nosso filho Eduardo foi trabalhar e a Emiliana eu e aAnete fomos levar as crianças na escola.

Depois de deixarmos as crianças e darmos um passeio pela escola, pegamos o carro e fomosem direção à praia, mas após uns 20 minutos recebemos uma ligação da escola dizendo que oMartin e um colega haviam dado uma “trombada” e que o Martin havia se ferido na cabeça.

Voltamos então para a escola, pegamos o Martin e fomos até um consultório médico nãomuito longe, onde ele foi medicado e fez alguns testes que não acusaram nada de grave.

Graças a Deus foi só um suto.Seguimos então novamente em direção à praia de Bathers  numa cidade chamada Fremantle,que faz parte da região metropolitana de Perth.

Passamos algum tempo caminhando pela linda praia, de águas claríssimas, mas geladas, etambém pela cidade, aproveitando para tirar algumas fotos.Voltamos para casa por volta das 13h30, almoçamos e fomos novamente até a escola parabuscar a Eveline.Em seguida, demos uma passada no supermercado, e voltamos para casa.

À noite fomos mais uma vez até a escola das crianças, pois hoje os pais foram convidados aver todos os trabalhos realizados pelos seus filhos durante o ano.

Todos os cadernos forammostrados aos pais, bem como todos os trabalhos manuais realizados pelos alunos em todas asmatérias.

Realmente uma excelente forma de informar aos pais sobre os progressosapresentados por seus filhos durante o ano.

 

Hoje já acordei  num horário mais “normal”: 07 horas da manhã. Isso significa que, aospoucos, meu organismo está se adaptando à grande diferença de fuso horário.

Enquanto eu tomava o café da manhã, a Anete foi com a Emiliana levar as crianças à escola.

Quando elas voltaram, fomos conhecer uma nova praia, não muito longe da que fomos ontem,chamada “South Fremental”.

O lugar é realmente muito bonito. Antes de se chegar à praia, existe um extenso gramado comvárias árvores, onde as pessoas ficam protegidas do forte sol que faz por aqui.A praia possui uma areia muito branca e fina, e a água é de uma cor verde esmeraldamagnífica, quase transparente. Pena que a água é tão gelada que eu não consegui dar unsmergulhos.

Ficamos um tempo sentados na praia apreciando o lindo visual e tomamos um lanche quehavíamos levado de casa.

Por volta das 13h00 começou um vento muito forte e frio que fez com que resolvêssemosvoltar para casa.Fomos até a escola buscar as crianças e passamos o resto do dia em casa.

À noite comemos pizza preparada pela Emiliana

Dia 5

DATA: 24/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Assim como ontem, hoje já acordei num horário normal.Enquanto tomava meu café da manhã a Emiliana e a Anete foram levar as crianças na escola e,assim que voltaram, fomos conhecer uma nova praia, chamada “Port Beach”.

Essa praia, apesar de estar localizada bem próxima ao Porto de Perth não apresenta a poluiçãoprovocada pelo trânsito de navios e cargas normalmente observada nos portos que conheço.

Muito pelo contrário, a água é super limpa e a praia de areias branquíssimas. Infelizmente,como as outras que já visitamos por aqui, a água é gelada.Além disso, hoje estava ventando muito, com um vento bem frio, o que fez com quevoltássemos mais cedo para casa.

Passamos a tarde em casa e, à noite tivemos um delicioso jantar feito pela Emiliana.

Dia 6

DATA: 25/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

25.09.15 - DSC04981 - Reduzida.jpg
25.09.15 - DSC04975 - Reduzida.jpg
25.09.15 - DSC04974 - Reduzida.jpg
25.09.15 - DSC04973 - Reduzida.jpg
25.09.15 - DSC04971 - Reduzida.jpg
 

Dia 7

DATA: 26/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Hoje, sábado, nosso filho Eduardo não trabalha, e assim pudemos passar o dia inteiro todosjuntos.Tomamos sossegadamente um excelente café da manhã e, por volta das 10h00, saímos parapassear.

O primeiro lugar que fomos conhecer hoje foi o “Caversham Wildlife Park”, um parqueenorme dedicado à preservação da vida selvagem típica da Austrália.Nesse parque pudemos conhecer os animais e pássaros que vivem por aqui, como o canguru, ocoala e inúmeros outros menos conhecidos.

Além de ver os animais, o visitante pode interagircom eles, inclusive tocando-os e até alimentando os cangurus com uma ração disponibilizadapelo parque.

Também pudemos assistir a alguns shows apresentados pelos funcionários do parque, comoum que mostra as atividades desenvolvidas numa típica fazenda australiana, como a condução de ovelhas do campo para o estábulo, serviço efetuado por um cachorro treinado.

Também pudemos presenciar o corte da lã de uma ovelha, efetuado por um funcionário doparque, e que rendeu aproximadamente 05 quilos de lã.

No final do show as crianças são convidadas para fazer a ordenha de uma vaca leiteira.Foi realmente um show muito interessante.

Por volta do meio dia e meia nós demos uma parada para tomarmos um lanche que havíamoslevado de casa, utilizando um local muito bem organizado pelo pessoal do parque, que eleschamam de “área de pic-nic”, com mesas, cadeiras, e banheiros.

Depois de percorrermos toda a enorme extensão do parque, resolvemos pegar o carro e ir até ocentro da cidade de Perth.

Perth é uma cidade muito bonita, muito limpa, e com um trânsito super organizado.

Comaproximadamente 2 milhões de habitantes, à beira de um rio muito largo, é realmente umacidade muito agradável.

Voltamos para casa por volta das 18h00 e o Eduardo preparou um churrasco para nosso jantar.

26.09.15 - DSC04986 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05005 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05009 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05045 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05040 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05037 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05000 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC04998 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC04996 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC04992 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC04990 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05018 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05028 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05030 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05034 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05068 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05064 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05063 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05061 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05060 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05057 - Reduzida.jpg
26.09.15 - DSC05047 - Reduzida.jpg
 

Domingo. Dia do Senhor.

Assim, levantamos bem cedo para termos tempo de tomar nosso café da manhã e ir para aigreja, já que o culto começou às 09h00.Fomos ao culto da igreja que nosso filho Eduardo escolheu para frequentar aqui em Perth,chamada “Life City Church”, mantida pela Assembleia de Deus.

O templo foi construído em um estilo bem moderno, e é bem grande, com muitos membros.

São realizados 03 cultos por final de semana, todos iguais. Um deles é feito no sábado à noite,e os outros dois no domingo pela manhã, o primeiro começando às 09h00 e o segundo as11h00.Após o culto fomos até o Shopping “Garden City” onde almoçamos e demos uma volta.

Eu comi uma pizza bem gostosa no Papa Don’s e a Anete comeu um prato de salada com frango.A seguir fomos até o King Garden, uma área verde enorme localizada bem próxima ao centroda cidade com uma belíssima vista do rio e dos prédios daquela região.

Estacionamos o carro, pegamos as cadeiras desmontáveis e escolhemos a sombra de umagrande árvore para passarmos um tempo descansando e conversando.Voltamos para casa por volta das 17h00 onde jantamos a comida preparada pela Emiliana.

Amanhã é feriado aqui na Austrália, pois se comemora o aniversário da Rainha Elizabeth.

Assim, nosso filho Eduardo não vai trabalhar e então passaremos o dia novamente passeandopor esta bela cidade.

Dia 8

DATA: 27/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

27.09.15 - DSC05070 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05071 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05072 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05073 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05074 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05075 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05079 - Reduzida.jpg
27.09.15 - DSC05081 - Reduzida.jpg
27.09.15 - IMAG0374 - Reduzida.jpg
27.09.15 - IMAG0375 - Reduzida.jpg
 
28.09.15 - DSC05083 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05085 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05086 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05087 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05091 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05096 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05097 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05099 - Reduzida.jpg
28.09.15 - DSC05100 - Reduzida.jpg

Dia 9

DATA: 28/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Hoje é feriado nacional na Austrália, pois se comemora o dia do aniversário da rainha Elizabeth.

Concidentemente, também é o dia do aniversário da Eveline, nossa netinha, quehoje comemora 06 anos de idade.Como o nosso filho Eduardo não foi trabalhar, pudemos passear todos juntos novamente.Hoje fomos ao “Perth Royal Show”, um evento organizado pela “Sociedade Real deAgricultura do Oeste da Austrália”, e que ocorre anualmente nesta época.Esse evento é uma mistura de parque de diversões com Feira Agrícola, apresentando vários shows e com centenas de barracas de alimentação e venda de produtos típicos.Achei muito interessante o show de “Monster Trucks”, que eu já tinha visto muitas vezes pelatelevisão, mas nunca ao vivo.

É uma apresentação de caminhonetes modificadas, com pneusenormes e que consegue saltar por cima de carros e até rodar apoiada apenas nas rodastrazeiras.Passamos o dia por lá, onde inclusive tomamos um lanche.Voltamos para casa por volta das 15h00 pois o Eduardo teve de pegar um avião às 17h00 rumoa Singapura, onde ficará trabalhando até quinta-feira.

À noite comemos em casa, uma janta preparada pela Emiliana.

 

A partir de hoje as crianças terão duas semanas de férias escolares. Assim, poderão passar odia inteiro passeando conosco.Hoje fomos até uma praia belíssima chamada Cottesloe, situada poucos quilômetros ao nortedas outras praias que fomos na semana passada.Apesar do tempo ainda estar um pouco frio, o que aqui é agravado pelo vento constante, valemuito a pena ficar sentado na praia apreciando o lindo visual.

Entretanto, hoje aconteceu algo que eu nunca imaginava ver aqui na Austrália.

Nós estávamos sentados em baixo de um quiosque construído na praia quando um menino, deaproximadamente uns 07 anos de idade, começou a caminhar próximo ao quiosque ao lado donosso, onde um grupo de jovens deixara suas coisas e fora tomar um banho de mar.

Como por aqui a criminalidade é praticamente zero, deixar bolsas e equipamentos semvigilância é algo bastante normal.

Só que, de repente, o menino apanhou uma sacola deixada no quiosque ao lado e saiucorrendo.

Pudemos notar então que havia outros garotos participando da ação. Um deles ficavavigiando de longe para ver quem ia para o mar deixando seus pertences na areia, dava o avisoao pequeno menino que, após o roubo, entregava o que roubara para outros 03 meninos. Todoseles bem crianças, não aparentando ter mais de 10 anos.

Quando estávamos explicando o acontecido para os jovens que haviam sido roubados,pudemos ver novamente o mesmo menino, só que com uma camiseta de outra cor, roubandooutra bolsa há uns 10 metros de nós.Indicamos o “mini ladrão” para os jovens que saíram correndo atrás dele, mas nãoconseguiram alcançar.

Entretanto, conseguiram recuperar parte do que lhes fora roubado, pois encontraram sua bolsajogada no chão, com todos os pertences espalhados.

Os meninos levaram apenas o dinheiro euma lata de refrigerante.Pelo menos a tentativa de reação conseguiu afastar o bando, pois não os vimos mais enquantopermanecemos na praia.Voltamos para casa por volta das 17h00, tendo primeiro passado em um supermercado.

À noite jantamos em casa.

Dia 10

DATA: 29/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

29.09.15 - DSC05101 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05104 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05106 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05107 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05109 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05114 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05117 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05120 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05121 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05122 - Reduzida.jpg
29.09.15 - DSC05130 - Reduzida.jpg
 

Dia 11

DATA: 30/09/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

30.09.15 - IMAG0383 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05141 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05146 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05149 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05151 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05153 - Reduzida.jpg
30.09.15 - IMAG0378 - Reduzida.jpg
30.09.15 - IMAG0381 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05138 - Reduzida.jpg
30.09.15 - DSC05136 - Reduzida.jpg

Hoje fomos conhecer as praias “City Beach” e “Floreat Beach” localizadas no litoral norte dePerth, num local chamado “Town Of Cambridge”.

Apesar da água também apresentar a belíssima coloração verde esmeralda encontrada nasoutras praias desta região, a força das ondas desta praia faz com que a areia se misture com aágua, deixando-a com a cor marrom na faixa mais próxima da praia.

Entretanto, essas ondas foram a grande diversão para as crianças, principalmente para o Martinque havia levado sua prancha de “body boarding” e aproveitou bastante para “pegar ondas”.

A região onde essas praias se encontram também se destaca pelas belíssimas mansõesconstruídas ao seu redor, já que esse bairro é considerado o reduto dos milionários de Perth.

Como estamos fazendo todos os dias, tomamos nosso lanche na praia, descansamos um poucoe, por volta das 14h00 pegamos o caminho de volta para casa.Antes de chegarmos em casa, demos uma parada num “Outlet” localizado bem no centro dePerth, e depois passamos num supermercado.

À noite, jantamos em casa.

 

Nosso passeio de hoje foi na praia de “Scarborough”, também no litoral norte de Perth.

Essa foi a praia mais movimentada que vimos desde que chegamos por aqui.

Enquanto asoutras praias estavam praticamente desertas, essa estava bem cheia, especialmente com jovens,já que essa é uma praia muito procurada por surfistas.A infraestrutura montada pela prefeitura é excelente, incluindo até um anfiteatro, além dosbanheiros, parquinhos para crianças e lanchonete, que são comuns em praticamente todas aspraias por aqui.

Os banheiros incluem até chuveiros, alguns com água quente, para usogratuito da população.

Como estamos fazendo todos os dias, passamos algumas horas na praia enquanto as criançasse divertiam praticando “body boarding”.

Diferentemente dos outros dias, hoje eu resolvi não comer o lanche frio que normalmentetemos comido na praia e preferi dar uma passada no Mc Donald’s e experimentar ohambúrguer australiano.

O lanche tem exatamente o mesmo gosto do Brasil e até o preço é semelhante. Paguei cerca de R$ 15 por um hambúrguer, acompanhado de batatas frita e coca cola.

À noite, jantamos em casa.

01.10.15 - IMAG0385 - Reduzida.jpg
01.10.15 - IMAG0388 - Reduzida.jpg
01.10.15 - IMAG0401 - Reduzida.jpg
01.10.15 - IMAG0392 - Reduzida.jpg
01.10.15 - IMAG0389 - Reduzida.jpg

Dia 12

DATA: 01/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Dia 13

DATA: 02/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

02.10.15 - IMAG0404 - Reduzida.jpg
02.10.15 - DSC05156 - Reduzida.jpg
02.10.15 - DSC05158 - Reduzida.jpg
02.10.15 - IMAG0403 - Reduzida.jpg
02.10.15 - DSC05154 - Reduzida.jpg

Hoje fomos conhecer a praia “Coogee”, no litoral sul de Perth.

Essa praia conta com todas as facilidades encontradas nas outras praias da região, como banheiros e parquinho para crianças e possui até 02 churrasqueiras a gás que podem ser utilizadas gratuitamente por qualquer pessoa.

É uma praia com poucas ondas, o que faz com que a água não seja misturada com a areia, deixando-a com sua linda cor inalterada.Infelizmente o diz hoje não estava muito bom, com o céu todo nublado e com o vento frio soprando constantemente.

Assim, logo após tomarmos nosso lanche resolvemos voltar para casa, até porque hoje é dia dafaxineira vir fazer seu trabalho e precisaríamos estar em casa para abrir a porta.Assim que a faxineira chegou nós saímos novamente, agora com a companhia do nosso filhoEduardo que retornou de Singapura.

Fomos até um Shopping onde passamos algumas horas.

Tomamos um lanche no Mc Donald’s e voltamos para casa.

 

Dia 14

DATA: 03/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

03.10.15 - IMAG0467 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0464 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0457 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0455 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0454 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0452 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0443 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0425 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0417 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0415 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0410 - Reduzida.jpg
03.10.15 - IMAG0409 - Reduzida.jpg
03.10.15 - DSC05177 -  Reduzida.jpg
03.10.15 - DSC05168 - Reduzida.jpg
03.10.15 - DSC05166 - Reduzida.jpg
03.10.15 - DSC05165 - Reduzida.jpg
03.10.15 - DSC05164 -  Reduzida.jpg
03.10.15 - Reduzida.jpg

O passeio programado para hoje foi realmente muito agradável e interessante.Nosso filho Eduardo alugou uma lancha para passarmos o dia navegando, tendo ele comopiloto, já que ele possui a licença para pilotar barcos aqui na Austrália.Assim, logo depois do café da manhã, pegamos o carro e fomos até um embarcadourolocalizado em Freemantle onde embarcamos por volta das 10h00.

A primeira parte do passeio foi pelo mar, seguindo em direção ao sul até próximo à “PinguimIsland”, passando por diversas praias nas quais nós já havíamos ido passar o dia.

A intenção era chegar até a “Pinguim Island”, um local muito bonito, mas as fortes ondas e osenormes arrecifes existentes no caminho fizeram com que desistíssemos de chegar até ela.Na volta, entramos pelo “Swan River” em direção ao centro de Perth.

Por volta das 13h00 demos uma parada num parque às margens do rio para tomar um lanche,aproveitando que lá existem mesas e bancos para uso do público, além de banheiros.Após nosso lanche, demos uma caminhada pelo parque, apreciando a linda paisagem, ereiniciamos nosso passeio de barco.No caminho de volta as crianças participaram de uma brincadeira que elas adoraram.

Sentadas numa boia amarrada à lancha ficaram um bom tempo sendo “rebocadas”, obviamente emvelocidade bem reduzida para que não corressem o risco de cair na água, apesar de estaremcom coletes salva vidas.

Devolvemos a lancha por volta das 16h30 e voltamos para casa.

À noite comemos pizzas compradas numa pizzaria próxima de casa.

 

Domingo. Dia do Senhor, e dia de descanso.Levantamos cedo, tomamos nosso café da manhã e, às 09h00 já estávamos na “Life CityChurch”, a igreja que nosso filho é membro aqui na Austrália, e que fica a cerca de 10 minutosde sua casa.

O culto terminou às 10h30 e então seguimos para um Shopping Center onde almoçamos.

Eu peguei um prato com linguiça assada e batatas fritas e complementei com arroz que comprei num restaurante mexicano ao lado. Estava uma delícia e comi muito.

Depois do almoço voltamos para casa e, pela primeira vez nesta viagem, fui tirar a minha“siesta”.À noite jantamos em casa, mas eu havia comido tanto no almoço que nem estava com fome, e então comi só um pouquinho.

04.10.15 - DSC05182 - Reduzida.jpg
04.10.15 - DSC05183 - Reduzida.jpg

Dia 15

DATA: 04/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Dia 16

DATA: 05/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

05.10.15 - DSC05195 - Reduzida.jpg
05.10.15 - DSC05193 - Reduzida.jpg
05.10.15 - DSC05189 - Reduzida.jpg
05.10.15 - DSC05188 - Reduzida.jpg
05.10.15 - DSC05186 - Reduzida.jpg

Após uma noite em que choveu bastante, hoje o dia amanheceu com sol, mas com um fortevento bem frio.

Assim, vimos que seria inviável irmos à praia hoje, já que provavelmente iríamos passar tantofrio que nem conseguiríamos ficar sentados na frente do mar.

Então, decidimos ir até o “Sorrento Quay”, um píer localizado na praia de Hillaris no litoralnorte de Perth.Nesse local existem muitos restaurantes e lojas, além de um atracadouro para lanchas e também um parque de diversões.

Ficamos por lá algum tempo, mas na hora de almoçarmos resolvemos ir para um shoppingfechado, pois lá, seria difícil comer com o forte vento frio que não parava de soprar.

Fomos então para o “Karinup Shopping” onde tomamos um lanche.

A Anete pediu uma saladade frango e eu comi um hambúrguer com batatas fritas no Burguer King, que aqui tem o nomede “Hungry Jack’s”.Antes de voltarmos demos uma passada pelo centro de Perth e, depois de deixarmos a Anete eas crianças em casa, fomos até um supermercado.Voltamos para casa por volta das 17h30.

À noite comemos panqueca de carne preparada pela Anete. Estava uma delícia.

 

Acho que esta noite foi a mais fria desde que chegamos aqui em Perth.

Apesar de eu estardormindo com pijama de malha, com calça e mangas compridas, acordei no meio da noite commuito frio, e tive de colocar um cobertor

.Quando acordamos o dia estava ensolarado, mas a temperatura estava bem baixa e oonipresente vento que sopra por aqui também estava muito frio.Mesmo assim, resolvemos ir conhecer mais uma praia, a “Burns Beach” situada a uns 20 km.ao norte do centro de Perth. É uma praia lindíssima, mas imprópria para banho, pois existemmuitas formações rochosas bem próximas à areia.

Em compensação, a infraestrutura montada pela prefeitura local merece nota 10. Logo após afaixa de areia existe uma grande área gramada, com muitas árvores, mesas e bancos, além doparquinho para crianças. Existe também uma área de alimentação muito bem cuidada.

Tomamos nosso lanche sentados à sombra das árvores, e em seguida resolvemos ir até umshopping center não muito longe dali, o “Lakeside Joandalup”, um shopping imenso,provavelmente o maior shopping da costa oeste australiana.Voltamos para casa por volta das 17h30.

À noite jantamos em casa, onde comemos deliciosas panquecas de carne preparadas pelaAnete.

06.10.15 - IMG_3688 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3675 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3657 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3655 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3642 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3577 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3567 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3502 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3498 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3490 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3476 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3471 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3462 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3455 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3446 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3430 - Reduzida.jpg
06.10.15 - IMG_3425 - Reduzida.jpg

Dia 17

DATA: 06/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Dia 18

DATA: 07/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Como o tempo continua bem frio, apesar dos dias ensolarados, resolvemos nem tentar ir aalguma praia hoje.

Levamos as crianças para brincarem num parque de diversões “indoor” bem próximo da casade nosso filho e ficamos por lá algumas horas, só vendo eles se divertirem.

Depois fomos até um Shopping Center, onde almoçamos e fizemos um passeio, visitandovárias lojas, algo que a Anete gosta muito de fazer.

Voltamos para casa por volta das 16h30 e a Anete resolveu fazer esfirras para levarmos naviagem que faremos amanhã até a cidade de Margaret River, localizada a aproximadamente300 km. ao sul daqui.À noite comemos algumas esfirras e fomos dormir cedo, para estarmos prontos amanhã paranossa viagem.

 

Dia 19

DATA: 08/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Margaret River - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Iniciamos hoje um passeio para Margaret River, uma cidade à beira mar situada cerca de 270km. ao sul de Perth.

Nosso filho Eduardo reservou um apartamento no “Prideau’s Accommodation”, uma espéciede “apart hotel” com dois quartos, uma sala grande, cozinha completamente equipada,banheiro e uma jacuzzi.

O apartamento tem espaço suficiente para hospedar todos nós.Pretendemos ficar por aqui até na segunda feira, dia 12, conhecendo os atrativos da região.

Estamos pagando 1.400 dólares australianos (R$ 4.200,00) pelas 04 noites.

Saímos de casa às 10h30 e pegamos a estrada “2” rumo ao sul.Nosso filho Eduardo não veio conosco, pois desde segunda feira estava trabalhando emSingapura.

Chegou em Perth hoje por volta do meio dia, foi trabalhar, e às 17h00 alugou umcarro e veio nos encontrar em Margareth River.

À 13h00 paramos para tomar um lanche na cidade de Busselton, 52 km. ao norte de MargaretRiver, e chegamos ao nosso destino por volta das 15h00.Após fazermos o nosso check-in, pegamos novamente o carro e fomos conhecer algumaspraias próximas da cidade.

São praias com ondas bem fortes, razão porque são conhecidascomo “Surf’s Point”, mas com um visual realmente muito bonito.

Numa dessas praias é realizada todos os anos uma etapa do circuito mundial de surf.Antes de voltarmos para nosso apartamento passamos por um supermercado para comprarmoscomida para nosso lanche no apartamento.Nosso filho Eduardo chegou por volta das 20h30.

Amanhã pretendemos passar o dia passeando pela cidade e arredores.

08.10.15 - DSC05216 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05215 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05213 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05212 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05206 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05205 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05203 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05201 - Reduzida.jpg
08.10.15 - DSC05197 - Reduzida.jpg
 
09.10.15 - IMG_4381 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4380 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4286 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4234 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4217 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4124 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4115 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4113 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4099 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4088 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4073 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4071 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4038 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4027 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4023 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_4009 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_3997 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_3989 - Reduzida.jpg
09.10.15 - IMG_3984 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05246 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05241 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05236 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05230 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05227 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05226 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05224 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05221 - Reduzida.jpg
09.10.15 - DSC05220 - Reduzida.jpg

Logo após o café da manhã, tomado em nosso apartamento, saímos de carro para fazer ospasseios de hoje.

O primeiro lugar visitado foi a “Lake Cave”, uma caverna bem grande onde se podem ver asformações rochosas esculpidas pela água e pelo vento. Eu até cheguei a comprar o ingresso,mas ao ver que precisaria descer uma escada de 300 degraus para chegar até a caverna, desistie pedi meu dinheiro de volta.

A Anete, o Eduardo, a Emiliana, o Martin e a Eveline foram, e depois eu copiei as fotostiradas pela Emiliana.A seguir fomos até um farol localizado no Cabo Leeuwin, no local exato onde o Oceano Índico, que banha a costa oeste da Austrália, se encontra com o Oceano Antártico, que estálocalizado na costa sul.Depois fomos até a pequena cidade de Augusta, onde “almoçamos”.

A Anete comeu peixe àmilanesa com batatas fritas, e eu pedi um hambúrguer.

A Anete gostou muito, mas eu realmente comi apenas para matar a fome.

Depois do almoço fizemos um tour por algumas praias da costa oeste, com lindas formaçõesrochosas e águas claríssimas.

Voltamos ao hotel por volta das 15h30 e eu, a Anete e o Martin demos uma caminhada pelasruas centrais de Margaret River.

À noite o Eduardo, a Emiliana e as crianças foram jantar num restaurante mexicano, mas eupreferi comer algumas esfirras feitas pela Anete.Amanhã pretendemos continuar nossos passeios pela região.

Dia 20

DATA: 09/10/2015

MANHÃ: Margaret River - Austrália

NOITE: Margaret River - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Dia 21

DATA: 10/10/2015

MANHÃ: Margaret River - Austrália

NOITE: Margaret River - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

10.10.15 - DSC05264 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05261 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05259 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05256 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05254 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05251 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05249 - Reduzida.jpg
10.10.15 -DSC05273 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05276 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05274 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05271 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05267 - Reduzida.jpg
10.10.15 - DSC05266 - Reduzida.jpg

Hoje fomos conhecer a cidadezinha de Dunsborough, situada à beira mar a uns 30 km. aonorte de Margaret River.

Apesar de pequena, é uma cidade muito agradável, muito limpa ecom uma praia imensa que parece que nunca fica funda. Pode-se andar centenas de metroscom a água não ultrapassando os joelhos.Primeiramente demos um passeio por uma praça onde estava sendo realizada uma “feira” deprodutores locais.

Depois fomos caminhando até a praia e o Du e as crianças fizeram uma caminhada bemgrande pela água, enquanto nós esperávamos na parte gramada e arborizada da praia.A seguir fomos almoçar na “feira” no centro da cidade. Eu comi um sanduiche de linguiça queestava bem gostoso.

A Anete preferiu comer apenas uns doces.Após o almoço fomos, de carro, até o “Xscape”. um parque aquático infantil com diversosbrinquedos onde as crianças se divertiram muito.O único problema foi que o Martin bateu a boca em uma tela de proteção e acabou perdendoum dente, que provavelmente já deveria estar amolecido.Voltamos para casa por volta das 17h00.

À noite eu fui até a Domino’s Pizza onde comi uma das piores pizzas da minha vida.O Du e a Mila foram jantar numa espécie de churrascaria não muito longe do hotel.

 

Dia 22

DATA: 11/10/2015

MANHÃ: Margaret River - Austrália

NOITE: Margaret River - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Hoje fomos passar o dia na mesma praia onde estivemos ontem, na cidade de Dunsborough.

Logo após o café da manhã, que tomamos no nosso apartamento, colocamos nossas coisas nocarro e fomos direto para a praia, onde chegamos por volta das 10h00.

Na maré baixa essa praia apresenta um grande banco de areia há uns 100 metros da praia, ondeé possível chegar praticamente com a água pouco acima dos tornozelos.

Devido a pouca profundidade, e ao forte sol, a água deixa de ficar gelada, como é normal naspraias por aqui. Até eu fiz a caminhada pela água, juntamente com o Du, a Emiliana e ascrianças.

Aproveitamos também a sobra das árvores e o gramado existente em frente à praia para fazermos um pic-nic, com sanduíches e até um frango assado comprado num supermercado perto dali.

Ficamos na praia até as 14h30 e fomos então até a Miller’s Farm, uma fábrica de sorvetes muito famosa aqui na região.

Após tomarmos alguns sorvetes, resolvemos ir até uma fábrica de chocolates, onde pudemos fazer a degustação de alguns produtos fabricados por eles.

Voltamos para casa às 17h00, tomamos um banho e saímos todos para jantar.

A Anete pediupeixe à milanesa com batatas fritas e eu pedi um pão com linguiça.

A Anete gostou da suacomida, mas eu não.

Amanhã retornaremos para Perth.

 

Dia de voltar pra casa.Logo após o café da manhã colocamos as malas nos carros e, por volta das 10h00, iniciamos nossa viagem rumo a Perth, seguindo por um caminho alternativo que passa à beira mar.Assim, pudemos mais uma vez apreciar o belíssimo litoral australiano e tirar algumas fotos.

Seguimos até a cidade de Busselton, onde demos uma parada num píer com quase doisquilômetros de extensão, por onde corre um “bondinho”.

Aproveitamos também para tomarmos um lanche no Mc Donald’s de Busselton.Após o “almoço” seguimos direto para Perth, agora pela estrada normal, a “2”.

Chegamos à casa do Du por volta das 15h30, descarregamos os carros e, eu e o Du fomos até ocentro de Perth devolver o carro que ele havia alugado para ir a Margaret River.

A volta pra casa foi feita parte de metrô e parte de ônibus.

Pegamos o metrô no centro da cidade e viemos até uma estação localizada na “South Street”,uma rua que passa bem próxima da casa do Du.

O metrô de Perth me causou muito boa impressão, tanto pela limpeza e pelo conforto dosbancos, como pelo fato de não estar lotado de gente mesmo sendo o horário de pico na voltapara os bairros.

Ao lado da estação “South Street” onde descemos, encontramos o terminal de ônibus que noslevou bem próximo à casa do Du.

O ônibus também estava muito limpo e confortável, masdevido ao horário pegamos um trânsito bem pesado, o que fez com que nossa viagem de voltalevasse cerca de 45 minutos.

À noite a Emiliana nos preparou o jantar. Depois de vários dias, voltei a comer arroz comfeijão.

12.10.15 - DSC05279 - Reduzidas.jpg
12.10.15 - DSC05285 - Reduzidas.jpg
12.10.15 - DSC05282 - Reduzidas.jpg
12.10.15 - DSC05280 - Reduzidas.jpg

Dia 23

DATA: 12/10/2015

MANHÃ: Margaret River - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 
11.10.15 - IMAG0490 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0488 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0484 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0483 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0482 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0480 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0477 - Reduzida.jpg
11.10.15 - IMAG0476 - Reduzida.jpg
11.10.15 - DSC05278 - Reduzida.jpg
11.10.15 - DSC05277 - Reduzida.jpg

Depois de um final de semana prolongado viajando pela costa sul do oeste australiano, tiramoso dia praticamente só para descansar.

Após o café da manhã fomos até o Shopping Garden City onde a Anete e a Mila compraramalgumas coisas.

Por volta das 12h30 retornamos para casa onde as crianças almoçaram e esperamos a chegadada faxineira que limpa a casa duas vezes por semana.

A seguir fomos até o Shopping Caracol onde eu comi uma pizza e as mulheres continuaramfazendo algumas comprinhas.

Às 15h30 fomos até a escola de música onde a Eveline estuda piano e o Martin bateria.Antes de retornarmos para casa eu, a Anete e o Martin passamos algum tempo numa grandeloja de departamentos perto daqui, chamada Big W, onde a Anete comprou alguns presentespara o Natal.

Voltamos para casa por volta das 18h45, onde jantamos.

Dia 24

DATA: 13/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Hoje o dia amanheceu chovendo e com muito frio, inviabilizando qualquer plano de passeiosque pudéssemos fazer.

Assim, passamos praticamente o dia todo em casa, tendo dado apenas uma saída até o “BigW” próximo daqui onde, a Anete fez algumas compras de presentes para o Natal, eaproveitamos para ”almoçar” um hamburguer no Mc Donald’s.

Após a janta em casa, o Du recebeu alguns membros da igreja que ele frequenta para umestudo bíblico.

Dia 25

DATA: 14/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Dia 26

DATA: 15/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Dia 27

DATA: 16/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Hoje tivemos um dia bem chato.

Como a Emiliana teve um compromisso na casa de uma amiga de sua igreja, preferimos nãoacompanha-la.

Ficamos em casa por um tempo e depois resolvemos dar uma caminhada até um pequenocentro de compras não muito longe daqui.

Aproveitamos para tomar um lanche no “Hungry Jack’s”, o Burguer King australiano, evoltamos para casa de onde não saímos mais.

Após a Emiliana buscar as crianças na escola ela foi com eles até a casa de uma colega do Martin, participar de uma festa de aniversário. Novamente preferimos não ir.

À noite a Anete fez bife à milanesa de carne de porco e todos comemos muito bem.

A chuva parou, mas a temperatura continua bem baixa e com muito vento.

Nosso “passeio” de hoje foi buscar o Martin na escola para leva-lo ao dentista e verificar o dente que havia caído durante o passeio ao parque aquático em Margaret River.

O dentistarecomendou um tratamento para que o dente permanente que vier a nascer no lugar não apresente qualquer problema.

Além disso, recomendou um urgente tratamento contra algumascáries. Esse tratamento será feito no mês de novembro, já que o dentista não tinha datasdisponíveis antes disso.

Após o dentista, voltamos para casa para almoçar e, em seguida levar o Martin de volta para aescola.

À noite jantamos em casa.

 
17.10.15 - DSC05315 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05313 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05312 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05310 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05309 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05305 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05303 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05302 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05301 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05299 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05298 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05292 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05290 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05287 - Reduzida.jpg
17.10.15 - DSC05286 - Reduzida.jpg

Nosso dia hoje foi bastante movimentado.

Como é um sábado, dia que o Du não trabalha, pudemos passear todos juntos.

Saímos de casa por volta das 10h00 e seguimos rumo ao litoral sul da costa oeste australiana.Nossa primeira parada foi em Rockingham, onde tiramos algumas fotos da belíssima praiabem no centro da cidade.

A seguir, continuamos nosso passeio até Mandurah, onde paramos para almoçar num píer commuitos restaurantes. A Anete comeu “Fisch and Chips”, ou peixe com batatas fritas,acompanhado de salada, um prato muito comum por aqui. Eu não encontrei nada que gostasse,e então me contentei com um sorvete e algumas batatas fritas do prato da Anete.

Depois do almoço fomos passar algumas horas sentados na praia de Mandurah, onde ascrianças brincaram bastante, inclusive entrando na água gelada.

Por volta das 16h00 resolvemos alugar um barco para dar umas voltas pelos canais deMandurah. Nesses canais pode-se ver as enormes casas dos milionários dessa região, todas defrente para o canal e a grande maioria delas com lindas lanchas paradas na porta.

Após o passeio de barco fomos até uma Pizza Hut onde compramos pizzas e fomos até umparque com muitas árvores e gramados onde comemos.

A seguir, voltamos para casa em Perth, onde chegamos por volta das 19h00.

Dia 28

DATA: 17/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

 

Dia 29

DATA: 18/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

18.10.15 - DSC05319 - Reduzida.jpg
18.10.15 - DSC05318 - Reduzida.jpg
18.10.15 - DSC05317 - Reduzida.jpg
18.10.15 - DSC05316 - Reduzida.jpg

Domingo. Dia do Senhor.

Assim, nosso primeiro compromisso foi participar do culto das 09h00 na “Life City Church”,a igreja onde nosso filho é membro.

Como a Emiliana não estava passando muito bem, resolveu ficar em casa o dia inteiro.Após o culto fomos até o “King’s Park” encontrar com uma prima da Anete que reside aquiem Perth, a Rafaela. Passamos algum tempo conversando com ela e seu marido, que já moramaqui há cerca de 10 anos.

Após nos despedirmos, fomos até a praia de Scarborough para encontrar um “food truck” quevende comida brasileira. Infelizmente quando encontramos o caminhão eles não estavam maisvendendo o “prato feito”, com arroz, feijão, carne, farofa e salada, pois começara a chover.

Mesmo assim, pudemos comprar algumas “coxinhas de frango” e almoçamos sanduiches depão com linguiça.Após o almoço fomos até o local onde o Martin participa dos jogos de rugby, pois hoje eleteria um treino para o próximo jogo que farão em dezembro em Singapura. Entretanto, devido à chuva, poucos jogadores compareceram e o treino se transformou apenas em umabrincadeira.

Voltamos para casa por volta das 17h30.

À noite jantamos em casa.

 
19.10.15 - DSC05331 - Reduzida.jpg
19.10.15 - DSC05330 - Reduzida.jpg
19.10.15 - DSC05326 - Reduzida.jpg
19.10.15 - DSC05325 - Reduzida.jpg
19.10.15 - DSC05323 - Reduzida.jpg
19.10.15 - DSC05321 - Reduzida.jpg

Dia 30

DATA: 19/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Perth - Austrália

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Hoje o Du não foi para o escritório e ficou trabalhando em casa mesmo.

Por volta do meio dia fomos até o Shopping Caracol onde almoçamos. A Anete pediu comidaasiática e eu peguei uma pizza de pepperoni que estava muito gostosa.

Às 14 horas todos nós, inclusive o Du, fomos até a escola das crianças para assistir a umaapresentação feita pelo Martin para os colegas de sua classe.

Trata-se de uma iniciativa muito interessante da professora que, a cada semana escolhe um aluno para preparar uma apresentação para os colegas. Nessa apresentação ele deve mostrartudo aquilo que é de seu interesse, bem como responder a perguntas feitas pelos colegas.

O Martin se saiu muito bem e ficou muito feliz e orgulhoso.

A seguir fomos até uma escola de natação onde o Martin e a Eveline estão aprendendo anadar.

Voltamos para casa por volta das 18h00 e jantamos em casa.

 

Dia de iniciar a viagem de volta para casa.Após o café da manhã fomos arrumar nossas malas, pois à noite embarcaremos para o Brasil.

Almoçamos no Shopping Caracol, mas antes demos uma passada em uma grande papelaria que vende praticamente tudo o que se necessita, tanto para a escola como para o escritório.Após o almoço fomos buscar as crianças na escola e, a seguir, os levamos para sua aulasemanal de música.

Antes de seguirmos para o aeroporto jantamos na casa do nosso filho Eduardo.

Por volta das 20h30 o Du nos levou até o aeroporto, onde fizemos o check-in e imigração, e fomos para a sala de embarque esperar pelo nosso voo.

O voo começou com um atraso de meia hora, decolando à 00h15.

Dia 31

DATA: 20/10/2015

MANHÃ: Perth - Austrália

NOITE: Em trânsito aéreo entre Perth, Austrália, e Johanesburgo, África do Sul.

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

20.10.15 - Pronto para Embarcar - Reduzida.jpg
20.10.15 - Aeroporto de Perth - Reduzida.jpg
 
21.10.15 - Sala Vip Johanesburgo 2 - Reduzida.jpg
21.10.15 - Sala Vip Johanesburgo - Reduzida.jpg
21.10.15 - DSC05339 - Reduzida.jpg
21.10.15 - DSC05336 - Reduzida.jpg

Dia 32

DATA: 21/10/2015

MANHÃ: Em trânsito aéreo entre Perth, Austrália, e Johanesburgo, África do Sul.

NOITE: São Luiz do Paraitinga – São Paulo

FUSO HORÁRIO: 11 horas a mais que o Brasil

 

Nosso voo de Perth, Austrália, para Johanesburgo, África do Sul começou à 00h15 do dia21/10.2015.

Após 11 horas de um voo bastante tranquilo chegamos a Johanesburgo às 05h00 do dia21/10/2015 (horário local).Partimos de Johanesburgo às 11h10 e, embora o voo tenha durado 10 horas, devido à diferençade horário, chegamos a São Paulo às 16h30 do dia 21/10/2015.

Assim, em um único dia, 21/10/2015, estivemos em 03 continentes diferentes: Oceania, Áfricae América do Sul !!!!Além disso, hoje, dia 21/10/2015, foi o dia mais longo de nossas vidas. Ao invés das 24 horasnormais, esse dia durou 34 horas, devido à diferença no fuso horário entre a Austrália e o Brasil.

Em Johanesburgo tivemos uma espera de 06 horas até pegar nosso voo para São Paulo.

Para ajudar a passar o tempo procuramos uma sala vip onde pudéssemos ficar mais confortáveis. Escolhemos o “Biovest Premier Lounge”, onde tivemos acesso à internet e a um excelente café da manhã, onde pudemos nos servir à vontade.

Ao chegar perguntei pelo preço e fui informado que, devido eu possuir o cartão de crédito Mastercard Black eles não cobrariam nada. Entretanto, alguns minutos depois recebi um SMS de meu banco informando um débito em meu cartão no valor de R$ 210,96. Quando pedi explicações ao atendente da sala vip, ele me informou que o “Biovest Premier Lounge” não me cobrara nada, e que a cobrança havia sido feita pelo “Lounge Key Inc.” !!!!!

Não entendi nada, mas também não tinha mais nada a fazer.....

O embarque em Johanesburgo novamente foi feito de uma forma que nunca vimos em nenhumoutro lugar do mundo. Pouco tempo antes de iniciar o embarque todos os passageiros foram orientados a sair da sala de embarque e formar uma fila no corredor. Para voltar a entrar na sala de embarque todos tivemos de apresentar o “boarding pass” e o passaporte, e, a partir daí a sala foi fechada, permanecendo apenas uma entrada onde um funcionário controlava oacesso.Interessante notar que, após tudo isso, para entrarmos no avião tivemos de apresentarnovamente os mesmos documentos.

Outro fato diferente, que também nunca havíamos visto em outro aeroporto, é que as salas deembarque possuem 02 “fingers”, os corredores móveis de acesso aos aviões. Num deles só temacesso os passageiros da Primeira e da Business Class, e o outro é destinado aos passageirosda Classe Econômica, que entram no avião por uma porta localizada depois das classesespeciais.Após desembarcarmos em São Paulo pegamos uma van do estacionamento Multipark que nos levou até onde estava nosso carro.

O último trecho de nossa viagem foi feito de carro, e chegamos em casa por volta das 21h00,após 34 horas desde que saímos da casa de nosso filho em Perth.

Apesar de extremamente cansados, só tivemos motivos de nos alegrar, e agradecer a Deus, pela viagem ter ocorrido sem qualquer imprevisto.

 
24.09.15 - DSC04966 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04963 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04959 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04958 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04956 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04951 - Reduzida.jpg
24.09.15 - DSC04943 - Reduzida.jpg